Sandra Crivellaro

Arquiteta e artista visual brasileira, Sandra Crivellaro é influenciada pelo modernismo. Suas inspirações são a fauna e a flora brasileiras. Na Arquitetura, Oscar Niemeyer, Le Corbusier, Josef Frank e o paisagista brasileiro Burle Marx. Nas artes plásticas, Tarsila do Amaral, Geogia o´Keeffe, Picasso, entre muitos outros.


Explora a liminaridade. Um espaço intermediário entre o abandono da vida anterior e o começo de uma nova, num tempo provisório, para se redefinir. Um lugar que se quer estar mas não se alcança.

 

Se atrai pelos momentos do nascer e pôr do sol, em que temos uns minutos que tudo muda de cor, o contraste entre a luz e a escuridão, o momento mais propício para se dar a consciência.

 

Usa uma concepção de composição arquitetônica que consiste em ver a natureza de acordo com suas formas fundamentais. Ela se preocupa mais com a captura dessas formas, do que com a representação da realidade e usa as cores como sensações deste lugar ilusorio.  E com este jogo de formas geométricas e orgânicas explora a natureza e cria paisagens as vezes utópicas. 

 

As cores se misturem suavemente e se alternem com cores complementares para ajudar a nos fazerem sentir realmente como se estivéssemos em um tempo suspenso. 

Portfólio

Liminal.jpg

Liminal, 2021

Liminal, 2021

Liminal, 2021

Acrilico e óleo sobre tela , 50 x 40 cm 

Entardecer Imaginario1.jpg
Estardecer imaginario 2.jpg

Entardecer imaginário, 2021

Díptico ​Óleo sobre tela, 180 x 90 cm

Quatro Elementos1.jpg
4 elementos2.jpg

Quatro elementos, 2021

Diptico Acrílico e óleo sobre tela, 146 x 92 cm